domingo, 23 de novembro de 2014

Thonis-Heracleion: a sinistra cidade submersa do Egito


 Imagine que incrível encontrar uma antiga cidade egípcia perdida há 1.200 anos sob o mar e descobrir que muitos de seus artefatos continuam bem preservados depois de tantos séculos. Redescoberto no ano 2000 pelo arqueólogo francês Franck Goddio e uma equipe do Instituto Europeu de Arqueologia Submarina — o IEASM —, o sítio se encontra a pouco menos de 10 metros de profundidade no Mediterrâneo, na Baía de Abukir, próximo a Alexandria.
De acordo com informações presentes no site de Goddio, Thonis–Heracleion —Thonis, como era conhecida pelos egípcios, e Heracleion, como era chamada pelos gregos — foi localizada depois de quatro anos de levantamentos geofísicos, já que a cidade se encontrava enterrada sob toneladas de areia e água. Esse estudo também permitiu que os arqueólogos mapeassem e escavassem algumas áreas das ruínas.
Segundo Goddio, Thonis–Heracleion provavelmente foi fundada no século 8 a.C. — antes mesmo de Alexandria — e era o porto de entrada ao Egito para todas as embarcações provenientes da Grécia. Além disso, a cidade também tinha importância religiosa, graças à presença de um grande Templo de Amon e Khonsou. Mas, por volta do século 8 d.C., devido a uma série de catástrofes submarinas, Thonis –Heracleion acabou afundando completamente.
Durante todos esses séculos, embora se soubesse da existência da cidade devido a registros históricos e algumas inscrições encontradas por arqueólogos, nunca alguém havia encontrado qualquer vestígio do porto. No entanto, após 13 anos de trabalhos, a equipe liderada por Goddio conseguiu resgatar inúmeros artefatos, assim como descobrir mais sobre a história dessa importante localidade.
Além de joias, moedas, objetos ritualísticos, peças de cerâmica e majestosas estátuas, os arqueólogos também encontraram mais de 700 âncoras e aproximadamente 60 embarcações naufragadas. Você pode conferir alguns dos incríveis artefatos descobertos nas imagens a seguir

Nenhum comentário:

Postar um comentário